Polícia

Organizadores vão parar na delegacia após festa clandestina com 100 pessoas

Um organizador, de 22 anos, e o cobrador, de 33, de uma festa clandestina, foram parar na delegacia após evento ser denunciado nesta segunda-feira (7), no Jardim Centro Oeste, em Campo Grande. No local estavam mais de 100 pessoas e dupla havia arrecadado R$ 929 com a festa. De acordo com o boletim de ocorrência, […]

Mariane Chianezi Publicado em 07/09/2020, às 22h38 - Atualizado em 08/09/2020, às 11h31

(Foto: Ilustrativa)
(Foto: Ilustrativa) - (Foto: Ilustrativa)

Um organizador, de 22 anos, e o cobrador, de 33, de uma festa clandestina, foram parar na delegacia após evento ser denunciado nesta segunda-feira (7), no Jardim Centro Oeste, em Campo Grande. No local estavam mais de 100 pessoas e dupla havia arrecadado R$ 929 com a festa.

De acordo com o boletim de ocorrência, a festa acontecia em uma casa na Rua dos Topógrafos, quando por volta das 18h30, uma equipe da Guarda Municipal chegou no local. No local os convidados estavam bebendo e ouvindo som alto.

Quando a equipe chegou, o cobrador do evento, o rapaz de 33 anos, correu e pediu para uma mulher guardar o dinheiro arrecadado, mas a equipe da GCM percebeu. Aos guardas, a mulher disse que ele não queria ser visto com o dinheiro, que seria referente ao valor pago pelos participantes.

Foram apreendidos luzes de iluminação, equipamento de fazer fumaça, uma mesa de som, um amplificador de som, bebidas alcoólicas, aparelhos celulares e carregador.

Os dois rapazes foram encaminhados para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento) Cepol e responderão por perturbação de sossego e medida de infração sanitária preventiva referente ao coronavírus, pois o Município ainda tem decreto que proíbe aglomerações.

Jornal Midiamax