Polícia

Denúncias aumentam e 347 comércios são fiscalizados após toque de recolher

O número de denúncias sobre a quebra de quarentena aumentou da madrugada de domingo (23) para a madrugada de segunda-feira (24) de 265 saltou para 300 reclamações. Agentes da guarda municipal fizeram a fiscalização nas sete regiões da cidade e flagraram 160 comércios abertos. Os donos dos estabelecimentos comerciais foram orientados a fecharem os locais. […]

Thatiana Melo Publicado em 24/08/2020, às 09h34 - Atualizado às 12h02

(Divulgação Guarda Municipal)
(Divulgação Guarda Municipal) - (Divulgação Guarda Municipal)

O número de denúncias sobre a quebra de quarentena aumentou da madrugada de domingo (23) para a madrugada de segunda-feira (24) de 265 saltou para 300 reclamações. Agentes da guarda municipal fizeram a fiscalização nas sete regiões da cidade e flagraram 160 comércios abertos.

Os donos dos estabelecimentos comerciais foram orientados a fecharem os locais. Ainda durante as rondas, os policiais flagraram aproximadamente 120 pessoas nas ruas, sendo elas orientadas a voltarem para suas casas. Ninguém foi levado para a delegacia. Ainda durante as fiscalizações, os guardas municipais fizeram três orientações em residências por causa de aglomerações.

No domingo (23), uma casa noturna que já havia sido interditada no sábado (22), abriu e os agentes tivera de voltar ao local. Na madrugada de domingo, o local, com aproximadamente 230 pessoas, foi lacrado pela fiscalização. A ação foi realizada no âmbito da Operação Toque de Recolher. Neste domingo (23), Campo Grande registrou 14 mortes nas últimas 24 horas e os óbitos chegaram a 296.

Jornal Midiamax