Polícia

Mulher é contratada pelo Facebook por membro do PCC e acaba presa com droga em casa

Na noite deste sábado (10), duas mulheres acabaram presas com maconha escondida em casa, na cidade de Dourados a 225 quilômetros de Campo Grande. Uma delas teria sido contratada por um membro da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital). A prisão aconteceu depois das 18 horas deste sábado (10), depois que a prima da […]

Thatiana Melo Publicado em 11/10/2020, às 08h56 - Atualizado às 13h51

(Ilustrativa)
(Ilustrativa) - (Ilustrativa)

Na noite deste sábado (10), duas mulheres acabaram presas com maconha escondida em casa, na cidade de Dourados a 225 quilômetros de Campo Grande. Uma delas teria sido contratada por um membro da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital).

A prisão aconteceu depois das 18 horas deste sábado (10), depois que a prima da autora foi abordada em um local conhecido como ponto de venda de drogas. Ela teria perguntado aos policiais sobre o que fazer, já que a prima teria sido contratada para guardar maconha na casa em que as duas moravam.

Os policiais foram até a residência e lá encontraram a droga que estava guardada em guarda-roupa. A autora disse que havia sido contratada através do Facebook por um membro da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) para guardar a maconha e receber R$ 300.

Ela ainda disse que teria ido buscar a droga na companhia do disciplina do PCC, conhecido como ‘Neném’. As duas mulheres acabaram levadas para a delegacia por tráfico de drogas.

Jornal Midiamax