Polícia

Motorista que morreu ao cair em córrego com camionete foi a boate com R$ 6 mil em dinheiro

Emerson de Lima Furtuoso de 32 anos, que morreu na madrugada deste domingo (25), em Campo Grande após sua camionete F-250 ser cravada de tiros e cair no córrego, tinha ido a uma boate na região com R$ 6 mil em dinheiro. Ele estava acompanhado de uma mulher, que ficou ferida de raspão no abdômen […]

Thatiana Melo Publicado em 25/10/2020, às 08h20 - Atualizado às 14h28

(Henrique Arakaki, Midiamax)
(Henrique Arakaki, Midiamax) - (Henrique Arakaki, Midiamax)

Emerson de Lima Furtuoso de 32 anos, que morreu na madrugada deste domingo (25), em Campo Grande após sua camionete F-250 ser cravada de tiros e cair no córrego, tinha ido a uma boate na região com R$ 6 mil em dinheiro. Ele estava acompanhado de uma mulher, que ficou ferida de raspão no abdômen e foi socorrida para a Santa Casa.

O irmão de Emerson contou ao Jornal Midiamax, que ele havia saído para ir a uma boate, que fica na região da Avenida Ernesto Geisel levando com ele R$ 6 mil em dinheiro, mas depois do acidente só R$ 2 mil foram encontrados. O homem ainda falou que a vítima não usava drogas, mas em consulta ao sistema do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, consta que Emerson tinha passagens por tráfico em 2016, 2017 e 2018.

O atentado aconteceu por volta das 4h30 da madrugada deste domingo (25), quando Emerson estava em sua camionete na Avenida Ernesto Geisel seguindo em direção ao shopping, quando uma motocicleta parou ao lado do carro e fez vários disparos, sendo sete atingindo a porta do passageiro.

Ele tentou fugir, mas perdeu o controle e caiu no córrego. Nisso, o motociclista deu a volta e fez mais cinco disparos contra o motorista, um total de cinco. Emerson morreu no local. A mulher foi socorrida e levada para a Santa Casa e ainda não se sabe o estado de saúde dela. Não há informações se Emerson teria brigado dentro da boate.

Jornal Midiamax