Polícia

Morador denuncia festinha com aglomeração e acaba com casa apedrejada

Vizinhos ameaçaram denunciante, que teve a casa no bairro Estrela Porã, em Dourados, apedrejada; três pessoas foram presas

Humberto Marques Publicado em 07/06/2020, às 14h50 - Atualizado às 17h42

Homem teve casa apedrejada ao denunciar festa; caso foi registrado na Depac de Dourados. (Foto: Arquivo)
Homem teve casa apedrejada ao denunciar festa; caso foi registrado na Depac de Dourados. (Foto: Arquivo) - Homem teve casa apedrejada ao denunciar festa; caso foi registrado na Depac de Dourados. (Foto: Arquivo)

Um morador do bairro Estrela Porã, em Dourados –a 233 km de Campo Grande–, teve a casa apedrejada e foi vítima de ameaças ao denunciar uma festa, com aglomeração e consumo de bebidas alcoólicas, contrariando os decretos de toque de recolher e outros para enfrentamento ao coronavírus (Covid-19). Houve disparos e três pessoas foram detidas.

Por volta das 4h deste domingo (7), policiais da Força Tática da Polícia Militar foram acionados para verificarem denúncia de aglomeração em uma casa na Rua Projetada C por um morador da região, que apontou ainda a ocorrência de algazarra e gritaria no local. Ele disse que tentou conversar com os vizinhos, mas foi xingado e, ao voltar para casa, teve a mesma apedrejada.

Com as informações, os PMs foram ao local e confirmaram a aglomeração na rua, sendo dada ordem para busca pessoal, que não foi atacada. Os policiais efetuaram disparos com munição de impacto controlado, conforme o registro da ocorrência, para estabelecer a ordem.

No entanto, os moradores se exaltaram e começaram a xingar a vítima, que ainda foi ameaçada por uma moradora. Esta ainda ofendeu os policiais, sendo seguida por outra participante da festa.

Os autores receberam voz de prisão, sendo que um homem precisou ser algemado para evitar fuga. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) de Dourados com as ocorrências de ameaça, desacato, perturbação do trabalho ou sossego alheios e infração de medida sanitária preventiva.

Jornal Midiamax