Polícia

Marido proíbe mulher de trabalhar e faz ameaça de morte

Uma mulher de 27 anos, residente no Jardim América, em Dourados, procurou a polícia para denunciar que foi agredida pelo marido, de 25 anos, com quem mora há dois meses. Ela disse que ele, por ciúmes, a impediu de sair para trabalhar como cabeleireira em um salão em Itaporã. Segundo a ocorrência, a mulher relatou […]

Marcos Morandi Publicado em 23/03/2020, às 08h24

Caso foi parar na delegacia. (Foto: Marcos Morandi)
Caso foi parar na delegacia. (Foto: Marcos Morandi) - Caso foi parar na delegacia. (Foto: Marcos Morandi)

Uma mulher de 27 anos, residente no Jardim América, em Dourados, procurou a polícia para denunciar que foi agredida pelo marido, de 25 anos, com quem mora há dois meses. Ela disse que ele, por ciúmes, a impediu de sair para trabalhar como cabeleireira em um salão em Itaporã.

Segundo a ocorrência, a mulher relatou que as brigas são frequentes e que na tarde deste domingo, ela foi puxada pelo cós da calça, jogada na cama e  agarrada pelo pescoço.

A vítima também disse que foi puxada pelo cabelo e que o marido ainda fez ameaças de morte a ela, à sua irmã e também à mãe, caso ela queira deixa-lo.

Além da denúncia de violência doméstica registra da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) de Dourados ela pediu medidas protetivas.

Jornal Midiamax