Polícia

Marido acorda de madrugada em meio a incêndio e vê mulher carbonizada

Maria Rita Fernandes de Oliveira, de 53 anos, morreu carbonizada durante incêndio em residência ocorrido durante a madrugada desta sexta-feira (21), na região do distrito de Cristalina, em Caarapó, a 273 quilômetros de Campo Grande. O marido acordou em meio ao fogo e viu a esposa queimada. Ele tentou socorrê-la, mas sem sucesso. Conforme boletim […]

Renan Nucci Publicado em 21/08/2020, às 14h46 - Atualizado às 17h12

Residência foi consumida pelas chamas. Foto: Gilsinho/Caarapó News
Residência foi consumida pelas chamas. Foto: Gilsinho/Caarapó News - Residência foi consumida pelas chamas. Foto: Gilsinho/Caarapó News

Maria Rita Fernandes de Oliveira, de 53 anos, morreu carbonizada durante incêndio em residência ocorrido durante a madrugada desta sexta-feira (21), na região do distrito de Cristalina, em Caarapó, a 273 quilômetros de Campo Grande. O marido acordou em meio ao fogo e viu a esposa queimada. Ele tentou socorrê-la, mas sem sucesso.

Conforme boletim de ocorrência, uma testemunha acionou a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros relatando incêndio, e logo em seguida familiares também entraram em contato. Quando as equipes chegaram, as chamas haviam sido contidas por populares com apoio de um caminhão pipa. Por este motivo, foi feito apenas o rescaldo.

O marido relatou que estava dormindo, quando acordou ouvindo estalos e se deparou com o incêndio já em grande proporção. Ao tentar deixar o local, viu a esposa dormindo em outro, carbonizada.  Ele então correu e pediu ajuda para vizinhos que tentaram socorrê-la usando uma mangueira de jardim, mas não conseguiram.

O homem e familiares relataram que Maria Rita tinha o hábito de dormir enquanto fumava. Em março desde ano, os bombeiros atenderam incêndio na residência, mas na ocasião conseguiram resgatar o casal. A Polícia Civil e a perícia técnica foram acionadas para investigar as circunstâncias. A ocorrência foi registrada como morte a esclarecer.

Jornal Midiamax