Polícia

Jovem cai no golpe do ‘Whats’ clonado e perde R$ 1,4 mil em transferência do Pix

 Jovem de 22 anos procurou a 3ª Delegacia de Polícia Civil de Campo Grande nesta segunda-feira (21), para denunciar ter sido vítima de golpe de clonagem de WhatsApp. Usando o Pix, ela depositou 1.4 mil a um estelionatário, imaginando que fosse a tia. Conforme boletim de ocorrência, o criminoso entrou em contato com a jovem […]

Renan Nucci Publicado em 21/12/2020, às 16h45 - Atualizado em 22/12/2020, às 09h45

Foto ilustrativa.
(Reprodução)
Foto ilustrativa. (Reprodução) - Foto ilustrativa. (Reprodução)

 Jovem de 22 anos procurou a 3ª Delegacia de Polícia Civil de Campo Grande nesta segunda-feira (21), para denunciar ter sido vítima de golpe de clonagem de WhatsApp. Usando o Pix, ela depositou 1.4 mil a um estelionatário, imaginando que fosse a tia.

Conforme boletim de ocorrência, o criminoso entrou em contato com a jovem por meio do aplicativo de mensagens, se passando pela tia dela. A vítima acreditou, tendo em vista que era o mesmo número. Por este motivo, seguiu com a conversa, até que a transferência foi solicitada.

O golpista pediu à vítima a transferência de R$ 1.440, em nome de uma terceira pessoa. Sem imaginar que se tratava de golpe, ela repassou o dinheiro. No entanto, logo em seguida a suposta tia pediu mais, o que  causou certa desconfiança.

Como não tinha mais saldo, ela não o fez. Porém, momentos depois a tia entrou em contato alertando a todos que teve o WhatsApp clonado. Diante dos fatos, a vítima constatou ter caído em golpe e encaminhou à Polícia Civil comprovante da transação.

Jornal Midiamax