Polícia

Policial civil preso por tentar matar ex da namorada é solto e volta às atividades

Depois de ter o alvará de soltura concedido no dia 31 de março deste ano, após a sua prisão no dia 8 de maio de 2019, em Santa Catarina, o investigador da Polícia Civil, Sérgio Adriano Moraes Trindade voltou as atividades. Ele era investigado pela tentativa de homicídio contra o ex da namorada. A publicação […]

Thatiana Melo Publicado em 08/04/2020, às 09h56 - Atualizado às 13h47

Estava preso desde o ano passado (Divulgação PC)
Estava preso desde o ano passado (Divulgação PC) - Estava preso desde o ano passado (Divulgação PC)

Depois de ter o alvará de soltura concedido no dia 31 de março deste ano, após a sua prisão no dia 8 de maio de 2019, em Santa Catarina, o investigador da Polícia Civil, Sérgio Adriano Moraes Trindade voltou as atividades. Ele era investigado pela tentativa de homicídio contra o ex da namorada.

A publicação com a revogação de seu afastamento saiu no Diário Oficial do Estado na última segunda-feira (6), quando foi permitida a volta do investigador, que é lotado na cidade de Água Clara a voltar as atividades.

Sérgio foi preso na cidade de Coronel de Freitas, em Santa Catarina depois de ser investigado por diversas ocorrências e uma tentativa de homicídio em Coronel Sapucaia, em dezembro de 2017. Também por um crime que ele teria envolvimento, no Rio Grande do Sul.

Ele passou a ser investigado pela Corregedoria da Polícia Civil após ele tentar matar um homem que estava dentro de uma caminhonete. A vítima seria ex da atual namorada do policial. O policial teria usado um carro com placas do Paraguai, quando perseguiu e alvejou a caminhonete.

O policial estava sendo monitorado há cerca de 15 dias por duas equipes da Corregedoria, quando tiveram a informação que ele estaria em Coronel de Freitas, à passeio. O mandado de prisão foi cumprido com o apoio da PRF (Polícia Rodoviária Federal) e Sérgio foi encaminhado para a cidade de Chapecó, em Santa Catarina.

Jornal Midiamax