Polícia

Golpista usou sala na Funtrab para enganar desempregados e pediu até foto nua a candidata

A polícia civil investiga um golpista de 30 anos, que já teria feito pelo menos cinco vítimas, em Campo Grande com a falsa promessa de emprego. Só de uma vítima, ele teria arrecado R$ 2 mil. Informações da polícia são de que, o golpista usava um espaço que é disponibilizado pela Funtrab (Fundação do Trabalho) […]

Thatiana Melo Publicado em 07/02/2020, às 13h25 - Atualizado em 08/02/2020, às 09h45

Pediu nudes de uma mulher para emprego de modelo (Ilustrativa)
Pediu nudes de uma mulher para emprego de modelo (Ilustrativa) - Pediu nudes de uma mulher para emprego de modelo (Ilustrativa)

A polícia civil investiga um golpista de 30 anos, que já teria feito pelo menos cinco vítimas, em Campo Grande com a falsa promessa de emprego. Só de uma vítima, ele teria arrecado R$ 2 mil.

Informações da polícia são de que, o golpista usava um espaço que é disponibilizado pela Funtrab (Fundação do Trabalho) para que empresas possam fazer seleção de candidatos. Nesta sexta-feira (7) por volta das 9 horas da manhã, uma funcionária do órgão acionou a polícia para o golpista, que foi levado para a delegacia.

No celular dele foi encontrada várias conversas em que ele tenta enganar as pessoas que procuram por uma vaga de emprego. Em uma delas, o autor conseguiu arrecadar de um homem o valor de R$ 2 mil oferecendo sociedade em sua empresa de restaurante, que não existe. Pelo menos cinco vítimas caíram no golpe. O valor total de prejuízo ainda está sendo levantado pela polícia.

Ainda segundo informações, em uma das conversas com interessados em vagas de emprego, ele pede a uma mulher que mande nudes para que ela possa trabalhar como modelo. Ele ainda usava desse artifício para conseguir manter relações sexuais com suas vítimas. A polícia continua investigando o caso.

Jornal Midiamax