Polícia

Genro que matou homem com três tiros foi preso escondido na casa de parentes

Ricardo Ribeiro Alves foi preso na cidade de Ribas do Rio Pardo a 97 quilômetros de Campo Grande escondido em casa de parentes nesta segunda-feira (31) depois de assassinar com três tiros o sogo Renaldo Luiz Torquato de 40 anos, no bairro Jardim Los Angeles. Ricardo teve a prisão preventiva decretada. Ele acabou preso pela […]

Thatiana Melo Publicado em 01/09/2020, às 08h28 - Atualizado às 12h18

Arma usada na ação foi apreendida pela PM. (Divulgação PM)
Arma usada na ação foi apreendida pela PM. (Divulgação PM) - Arma usada na ação foi apreendida pela PM. (Divulgação PM)

Ricardo Ribeiro Alves foi preso na cidade de Ribas do Rio Pardo a 97 quilômetros de Campo Grande escondido em casa de parentes nesta segunda-feira (31) depois de assassinar com três tiros o sogo Renaldo Luiz Torquato de 40 anos, no bairro Jardim Los Angeles. Ricardo teve a prisão preventiva decretada.

Ele acabou preso pela Polícia Civil e pela Polícia Militar por volta das 18h30 da noite desta segunda (31). Ele confessou ter cometido o crime por que estava sofrendo ameaças de morte por Renaldo desde o tempo em que ficaram presos. A vítima foi assassinada com três tiros no quarto de sua casa, sendo um no pescoço, outros nas costas e um no braço. O comparsa de Ricardo acabou preso por equipes do Batalhão de Choque quando fugia em um Fiorino.

O comparsa disse na delegacia que não havia participado do crime, e que apenas tinha dado uma carona a Ricardo em troca de drogas. Ele ainda falou que ficou sabendo do assassinato quando Ricardo entrou no carro e falou que tinha cometido o crime colocando a arma na cintura.

Em seguida, eles saíram do local, mas o carro acabou estragando e Ricardo abandonou o comparsa na rua fugindo. A arama para cometer o assassinato estava no porta-luvas do Fiorino, mas o homem disse que não sabia que Ricardo havia deixado a arma no carro.

Foi dito preliminarmente que Ricardo havia assassinado o sogro por drogas. Quando preso, Ricardo não disse nada.

Jornal Midiamax