Polícia

Funcionária que teria desviado R$ 50 milhões por medo de ‘forças malignas’ é investigada

Uma mulher de 34 anos está sendo investigada pelos agentes do SIG (Serviço de Investigação Geral) de Dourados. Ela é acusada pelo desvio R$ 50 milhões de uma empresa de agronegócio que atua na cidade e teria praticado o crime depois que passou a receber ameaça de uma mãe de santo residente em São Paulo. […]

Marcos Morandi Publicado em 05/10/2020, às 18h03 - Atualizado em 06/10/2020, às 09h34

Delegado Rodolfo Daltro, responsável pelo SIG de Dourados. (Foto: Marcos Morandi)
Delegado Rodolfo Daltro, responsável pelo SIG de Dourados. (Foto: Marcos Morandi) - Delegado Rodolfo Daltro, responsável pelo SIG de Dourados. (Foto: Marcos Morandi)

Uma mulher de 34 anos está sendo investigada pelos agentes do SIG (Serviço de Investigação Geral) de Dourados. Ela é acusada pelo desvio R$ 50 milhões de uma empresa de agronegócio que atua na cidade e teria praticado o crime depois que passou a receber ameaça de uma mãe de santo residente em São Paulo.

Segundo informações até agora apuradas, essa mãe de santo que é bastante conhecida e atende clientes famosos, como cantores e artistas de televisão, teria dito que essa funcionária estaria possuída por um “espírito maligno” e que se não fizesse o que ela mandasse, poderia perder a vida.

Supostamente pressionada pela mãe de santo paulista a funcionária teria feito, somente nos últimos 45 dias, transferências milionárias para dez contas bancárias diferentes. Segundo a vítima das chantagens, os proprietários da empresa também estariam sendo ameaçados.

O delegado Rodolfo Daltro que está responsável pelo caso,  informou ao Midiamax  que está fazendo algumas diligências e que nesta terça-feira (6) deve dar mais detalhes. “Ainda hoje pretendo reunir tudo que já foi apurado pelos nossos agentes sobre esse caso e amanhã iremos esclarecer os fatos”, explicou Daltro à reportagem.

Jornal Midiamax