Polícia

Fazendeiro é autuado por desmatar Mata Atlântica e explorar madeira ilegal em MS

A PMA (Polícia Militar Ambiental) autuou um fazendeiro paranaense em R$ 5,5 mil por derrubada ilegal de árvores do bioma Mata Atlântica em sua propriedade em Anaurilândia, cidade a 367 quilômetros de Campo Grande. Segundo a PMA, a derrubada ilegal de árvores em bioma de Mata Atlântica foi verificada, quando policiais ambientais de Anaurilândia realizaram […]

Diego Alves Publicado em 09/12/2020, às 20h06 - Atualizado às 20h22

Local desmatado (PMA)
Local desmatado (PMA) - Local desmatado (PMA)

A PMA (Polícia Militar Ambiental) autuou um fazendeiro paranaense em R$ 5,5 mil por derrubada ilegal de árvores do bioma Mata Atlântica em sua propriedade em Anaurilândia, cidade a 367 quilômetros de Campo Grande.

Fazendeiro é autuado por desmatar Mata Atlântica e explorar madeira ilegal em MS
divulgação, PMA

Segundo a PMA, a derrubada ilegal de árvores em bioma de Mata Atlântica foi verificada, quando policiais ambientais de Anaurilândia realizaram fiscalização ambiental em uma fazenda no município e autuaram o proprietário rural por crime ambiental de exploração de madeira sem autorização ambiental, em sua fazenda, nesta terça-feira (08).

O fazendeiro derrubou diversas árvores isoladas em uma área consolidada de vegetação de pastagem dentro do bioma de Mata Atlântica, protegido por Lei, sem licença do órgão ambiental. A madeira derrubada ainda se encontrava no local e não havia sido explorada e a área estava gradeada para renovação da pastagem. As atividades foram interditadas.

O infrator de 58 anos, residente em Loanda (PR), foi autuado administrativamente e multado em R$ 5,5 mil. O proprietário rural também responderá por crime ambiental. A pena é de um a três anos de detenção. Ele foi notificado a apresentar plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental.

Jornal Midiamax