Polícia

Empresa de lava a jato e borracharia é interditada pela PM por poluição

A PMA (Polícia Militar Ambiental) interditou nesta terça-feira (27) pela manhã um lava a jato e borracharia que funcionava no entroncamento das rodovias MS-306 e BR-060, em Chapadão do Sul, a 330 quilômetros de Campo Grande. A empresa lançava dejetos de limpeza a céu aberto provocando poluição. Após denúncia, no local policiais constataram que as […]

Renan Nucci Publicado em 27/10/2020, às 15h54

Empresa teve atividades suspensas por poluição. Foto: Divulgação
Empresa teve atividades suspensas por poluição. Foto: Divulgação - Empresa teve atividades suspensas por poluição. Foto: Divulgação

A PMA (Polícia Militar Ambiental) interditou nesta terça-feira (27) pela manhã um lava a jato e borracharia que funcionava no entroncamento das rodovias MS-306 e BR-060, em Chapadão do Sul, a 330 quilômetros de Campo Grande. A empresa lançava dejetos de limpeza a céu aberto provocando poluição.

Após denúncia, no local policiais constataram que as caixas separadoras de óleo e lubrificantes estavam cheias, devido à falta de manutenção, vazando os produtos tóxicos e, com os materiais resultantes das lavagens escoando para o pátio da empresa, atingindo uma propriedade vizinha e contaminando o solo.

A equipe constatou também a queima de pneus velhos e resíduos da borracharia, deixando de atender às exigências da logística reversa na devolução de resíduos conforme prescrevem as normas, bem como óleo em tambores cortados e contaminando o solo e resíduos sólidos e pneus velhos espalhados pelo local.

As atividades e serviços foram paralisados.  A empresa, com domicílio jurídico em Chapadão do Sul, foi autuada administrativamente e foi multada em R$ 10 mil. O responsável poderá responder por crime de poluição, com pena de um a quatro anos de reclusão. Ele também foi notificado a regularizar toda a situação de tratamento e remover os resíduos contaminantes.

Jornal Midiamax