Polícia

Em moto, homem é abordado por travestis, espancado e roubado em Campo Grande

Um homem de 56 anos foi espancado e esfaqueado por travestis durante um roubo na madrugada desta sexta-feira (04), na região do bairro Guanandi, em Campo Grande. A vítima disse ainda que foi apedrejado pelas travestis, que faziam programa sexual na região. O caso foi registrado como lesão corporal e será apurado pela Polícia Civil. […]

Dayene Paz Publicado em 04/12/2020, às 06h43 - Atualizado às 07h57

Foto: Ilustração
Foto: Ilustração - Foto: Ilustração

Um homem de 56 anos foi espancado e esfaqueado por travestis durante um roubo na madrugada desta sexta-feira (04), na região do bairro Guanandi, em Campo Grande. A vítima disse ainda que foi apedrejado pelas travestis, que faziam programa sexual na região. O caso foi registrado como lesão corporal e será apurado pela Polícia Civil.

A Polícia Militar atendeu a ocorrência, ao ser acionada quando a vítima já estava recebendo atendimento médico, na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Leblon. De acordo com o relato, o homem estava passando em uma rua no bairro Guanandi, quando foi atacado por três travestis que, segundo ele, fazem programa no local. As travestis gritavam que queriam o dinheiro, pois se não a vítima pagaria com a vida.

O homem conta que percebeu uma delas armada com uma faca, então tentou dar partida na moto, quando teve uma das mãos perfuradas por um golpe de faca. Depois, passou novamente a ser atacado e teve a outra mão perfurada ao tentar se defender. O homem caiu da moto, momento em que levou vários chutes na cabeça e também pelo corpo.

Em seguida, a vítima teve sua carteira contendo documentos pessoais, cartões de banco e aproximadamente R$ 100 roubados por uma das travestis. Após conseguir se levantar, o homem ligou a moto e antes de fugir ainda foi apedrejado pelas autoras. Então, procurou a Upa Leblon, onde recebeu atendimento médico. O caso será apurado pelas autoridades competentes.

Jornal Midiamax