Polícia

Em liberdade condicional, traficante usava casa da mãe e de DJ para continuar na ativa

Operação conjunta entre a Polícia Civil e a Polícia Militar de Brasilândia, município a 382 quilômetros de Campo Grande, desarticulou neste sábado (25) associação criminosa chefiada por traficante já condenado. Mesmo em liberdade condicional, ele seguia na ativa, usando a casa da mãe e a de um DJ para guardar dinheiro e esconder as drogas, […]

Renan Nucci Publicado em 25/07/2020, às 15h11

Materiais apreendidos pela polícia na operação. Foto: Divulgação
Materiais apreendidos pela polícia na operação. Foto: Divulgação - Materiais apreendidos pela polícia na operação. Foto: Divulgação

Operação conjunta entre a Polícia Civil e a Polícia Militar de Brasilândia, município a 382 quilômetros de Campo Grande, desarticulou neste sábado (25) associação criminosa chefiada por traficante já condenado. Mesmo em liberdade condicional, ele seguia na ativa, usando a casa da mãe e a de um DJ para guardar dinheiro e esconder as drogas, como forma de despistar a atividade.

Investigações apontam que, para evitar que voltasse a ser preso, o traficante recebia e negociava com os usuários em sua casa. Em seguida, por um buraco no muro, repassava o dinheiro para a mãe, para que ela guardasse na casa dela, que fica aos fundos. Em seguida, ele direcionava o usuário para a residência do outro lado, onde mora o DJ.

Lá funcionava o depósito onde a droga era entregue. Parte dos entorpecentes e um dos veículos do traficante ficavam na casa da mãe dele. Na madrugada de hoje foram cumpridos três mandados de busca e apreensão nos três imóveis.

Na casa do DJ foram encontradas porções de crack e de cocaína com o auxílio dos cães farejadores, que indicaram o local onde a droga estava escondida. Foram apreendidos ainda petrechos para preparo e embalagem e dois vasos de maconha. Na casa da mãe do traficante foram apreendidos vários papelotes de cocaína, localizados pelos cães farejadores. 

Também foi apreendido um veículo Saveiro usado no transporte de drogas e R$ 16 mil em dinheiro vivo, valores esses obtidos com a venda de drogas nos últimos dias, segundo relato da mãe do traficante.  A Polícia Civil vai concluir o inquérito em 30 dias. A investigação terá como foco a análise do material apreendido e a apuração da participação de outras pessoas no esquema criminoso.

Jornal Midiamax