Polícia

Corretor é suspeito de pegar caminhonete de empresa e entregar a agiota por R$ 35 mil

Corretor de 35 anos foi denunciado à Polícia Civil por suspeita de furtar a caminhonete de uma empresa a qual era parceiro, localizada na região do Jardim Aeroporto, em Campo Grande. Ele teria entregue o veículo a um agiota, para cobrir uma dívida no valor de R$ 35 mil. Conforme boletim de ocorrência, o dono […]

Renan Nucci Publicado em 04/11/2020, às 18h23

Defurv (Arquivo, Midiamax)
Defurv (Arquivo, Midiamax) - Defurv (Arquivo, Midiamax)

Corretor de 35 anos foi denunciado à Polícia Civil por suspeita de furtar a caminhonete de uma empresa a qual era parceiro, localizada na região do Jardim Aeroporto, em Campo Grande. Ele teria entregue o veículo a um agiota, para cobrir uma dívida no valor de R$ 35 mil.

Conforme boletim de ocorrência, o dono da empresa disse que fez uma parceria com o suspeito e que este tinha acesso livre ao estabelecimento, já que nunca tiveram problemas. Há dois meses no entanto, o corretor pegou uma Ford F250 do depósito e não voltou mais.

O proprietário tentou contato por todo esse tempo, mas sem sucesso. O suspeito teria alegado que levaria o veículo para o Paraguai, mas a vítima teve informação de que o veículo estava com um agiota. Por este motivo, o corretor acabou denunciado. Testemunhas teriam registrado a retirada da caminhonete.

O caso é investigado pela Defurv (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos).

Jornal Midiamax