Polícia

Com insultos racistas, cliente se recusa a pagar R$ 33 para motorista em Campo Grande

Um motorista de aplicativo, de 37 anos, foi ameaçado com uma faca e insultado com frases racistas por uma cliente.

Dândara Genelhú Publicado em 31/12/2020, às 11h28 - Atualizado às 12h47

Foto: Ilustrativa.
Foto: Ilustrativa. - Foto: Ilustrativa.

Na madrugada desta quinta-feira (31), um motorista de aplicativo, de 37 anos, foi ameaçado com uma faca e insultado com frases racistas por uma cliente. O caso aconteceu no Jardim Centenário em Campo Grande, após a jovem se negar a pagar R$ 33 da corrida.

De acordo com a Polícia Militar, o fato ocorreu por volta das 3h desta quinta-feira. A situação começou após uma cliente de 19 anos se recusar a pagar a corrida de R$ 33. O trajeto realizado foi do bairro Santo Amaro até o Jardim Centenário, local em que a jovem desceu e entrou para a residência.

Assim, o motorista informou a equipe que a cliente saiu da residência com uma faca e foi em direção do carro. Com isso, o homem fugiu da jovem e conseguiu pedir ajuda para outros motoristas de aplicativo por meio de um rádio.

Mesmo com a chegada de outros profissionais de aplicativos a autora do crime continuou com a faca apontada para os motoristas. Uma mulher de 35 anos, que foi até o local após o chamado de ajuda, foi ameaçada pela cliente.

Segundo os registros do boletim de ocorrência, a jovem só parou quando foi contida por outra pessoa. Quando a equipe de policiais chegou ao local, a autora estava contida por um motorista.

Ainda na presença da PM, a jovem manteve postura agressiva e violenta. No momento em que foi contida pela equipe de policiais, a cliente começou a dizer insultas racistas para o motorista que havia realizado a corrida dela.

“Você vai ver negão, você vai pagar”, disse em ofensas ao profissional. Outros xingamentos racistas foram utilizados para se referir ao motorista.

Os envolvidos foram encaminhados para uma delegacia, para que a vítima realizasse o boletim de ocorrência. Entretanto, a jovem começou a ameaçar os policiais, dizendo que afirmaria para o juiz que havia sido agredida. Além disto, disse que mataria a motorista que tentou ajudar a vítima.

Por fim, a jovem de 19 anos foi encaminhada para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol (Centro Integrado De Polícia Especializada). Não foram registradas lesões corporais aparentes.

Jornal Midiamax