Polícia

‘Cadeião’ este ano é na Polícia Federal e ninguém foi preso ainda neste início de votação

Nas primeiras horas de votação em Campo Grande, nenhum eleitor foi preso neste domingo (15) por cometer crimes eleitorais. Neste ano, quem for flagrado cometendo um ato proibido nas eleições será encaminhado para a sede da PF (Polícia Federal), na Vila Sobrinho. Entre os crimes cometidos para tal prisão estão boca de urna, promover comícios, carreatas […]

Fábio Oruê Publicado em 15/11/2020, às 08h37 - Atualizado às 09h19

Viaturas da PF estavam a postos na sede. (Foto: Henrique Arakaki, Jornal Midiamax).
Viaturas da PF estavam a postos na sede. (Foto: Henrique Arakaki, Jornal Midiamax). - Viaturas da PF estavam a postos na sede. (Foto: Henrique Arakaki, Jornal Midiamax).

Nas primeiras horas de votação em Campo Grande, nenhum eleitor foi preso neste domingo (15) por cometer crimes eleitorais. Neste ano, quem for flagrado cometendo um ato proibido nas eleições será encaminhado para a sede da PF (Polícia Federal), na Vila Sobrinho.

Entre os crimes cometidos para tal prisão estão boca de urna, promover comícios, carreatas ou usar alto falantes, fornecer transporte gratuito a eleitores, impedir o exercício do voto e usar de violência para coagir alguém a votar ou deixar de votar. Os presos aguardarão os trâmites necessários na PF.

Na sede da PF, nesta manhã, pouco antes de 9h, quatro viaturas estavam a postos no local e três estavam nas ruas. Não há informações se estavam atendendo ocorrências ou em rondas padrões. Confira aqui o que pode e não pode no dia de votação.

Jornal Midiamax