Polícia

Relatório sobre guardas presos com arsenal será entregue ao prefeito até o fim do mês, diz Valério

O titular da Sesdes (Secretaria Especial de Segurança e Defesa Social), Valério Azambuja, afirmou nesta quarta-feira (31), durante certificação de guardas para porte de armas de fogo, que até o fim do mês de agosto quando os relatórios deverão ser enviados ao prefeito Marquinhos Trad. Ainda segundo Valério outros cinco guardas municipais estão respondendo a […]

Thatiana Melo Publicado em 31/07/2019, às 11h56 - Atualizado às 12h29

None

O titular da Sesdes (Secretaria Especial de Segurança e Defesa Social), Valério Azambuja, afirmou nesta quarta-feira (31), durante certificação de guardas para porte de armas de fogo, que até o fim do mês de agosto quando os relatórios deverão ser enviados ao prefeito Marquinhos Trad.

Ainda segundo Valério outros cinco guardas municipais estão respondendo a procedimentos administrativos, mas por motivos diversos e não tão graves quanto o dos guardas presos por envolvimento com milícia disse Azambuja.

Os guardas Rafael Antunes e Robert Vitor conseguiram a liberdade no dia 31 de maio, depois da prisão no dia 22 de maio, quando equipes do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Bancos, Assaltos e Sequestros) descobriram um arsenal avaliado inicialmente em R$ 200 mil, em uma casa no Monte Líbano, e que poderia estar ligada a execuções na Capital. Marcelo Rios, foi transferido para o presídio de Mossoró.

No dia 19 de julho, o MPMS (Ministério Público Estadual) pediu pela volta a prisão dos guardas municipais. Segundo o pedido do MP, o reestabelecimento da prisão seria para garantir a ordem pública, a instrução criminal e a lei penal. Ainda segundo o despacho, os indícios de materialidade estão expostos no boletim de ocorrência registrados no dia do flagrante.

Rafael e Robert foram presos por obstrução de Justiça. Foram apreendidos durante operação do Garras, quatro carabinas 556, 11 pistolas nove milímetros, uma arma calibre 12, outra arma longa calibre.22, um revólver 357, quatro pistolas .40, um calibre 380, uma pistola calibre 22, além dos dois fuzis AK47. Também foram apreendidos silenciadores e carregadores. Além de uma pistola Glock que estava com o guarda em seu veículo na Rua Rodolfo José Pinho. Todas as armas foram enviadas para a Polícia Federal para perícia. As armas estariam envolvidas nas execuções na Capital.

Jornal Midiamax