Polícia

Rapaz compra documento falso do Paraguai para enganar polícia e acaba preso com maconha

Thales Breno Alem Cáceres de 23 anos foi preso na noite desta quarta-feira (5), em Campo Grande, no Núcleo Habitacional Buriti depois de ser flagrado com documentos falsos comprados do Paraguai e com 460 quilos de maconha. O flagrante aconteceu por volta das 20 horas desta quarta (5), quando Thales que estava conduzindo um veículo […]

Thatiana Melo Publicado em 06/06/2019, às 06h47 - Atualizado às 08h43

Foto: Ilustrativa
Foto: Ilustrativa - Foto: Ilustrativa

Thales Breno Alem Cáceres de 23 anos foi preso na noite desta quarta-feira (5), em Campo Grande, no Núcleo Habitacional Buriti depois de ser flagrado com documentos falsos comprados do Paraguai e com 460 quilos de maconha.

O flagrante aconteceu por volta das 20 horas desta quarta (5), quando Thales que estava conduzindo um veículo Volkswagen Gol, de cor branca, e ao ver a viatura policial fugiu em alta velocidade sendo alcançado e parado pelos militares, que ao verificarem a documentação do carro perceberam que era falsa.

Ele contou que comprou o documento no Paraguai e pagou o valor de R$ 1 mil. Com a documentação falsa ele queria tentar enganar a polícia, já que estava foragido. A polícia, então, o acompanhou até a sua residência para buscar o verdadeiro documento dele, quando ao entrar na casa percebeu que na varanda havia outro carro e dentro dele um tablete de maconha.

Thales confessou que a droga era dele e que em outra residência guardava mais maconha para fazer a revenda. Já na outra casa quando os policiais chegaram, um homem que estava na varanda ao ver os militares correu e tentou fugir pulando pelo telhado, mas as telhas quebraram e ele caiu. Diogo Ramos dos Santos de 23 anos também foi preso, assim como, Matheus Araujo Benites de 21 anos, que também estava na casa.

No imóvel, a polícia encontrou 460 quilos e 300 gramas de maconha, sendo que Thales contou que cada tablete vendia pelo valor de R$ 300. Todos foram levados para a delegacia.

Jornal Midiamax