Polícia

Homem é preso por ameaçar com espingarda mulher que recusou relação sexual

Um homem foi detido pela polícia por ameaçar uma mulher de morte após ela ter se recusado a manter relações sexuais com ele. O autor teria ido até a casa da jovem, na noite desde sexta-feira (5), com uma espingarda para ameaça-la. O fato aconteceu no distrito de Sanga Puitã, em Ponta Porã – a […]

Daiany Albuquerque Publicado em 06/07/2019, às 17h14

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução - Foto: Reprodução

Um homem foi detido pela polícia por ameaçar uma mulher de morte após ela ter se recusado a manter relações sexuais com ele. O autor teria ido até a casa da jovem, na noite desde sexta-feira (5), com uma espingarda para ameaça-la. O fato aconteceu no distrito de Sanga Puitã, em Ponta Porã – a 316 km de Campo Grande.

De acordo com informações do site Ponta Porã, a polícia foi acionada pelo pai da vítima. Segundo o relato do homem, o autor foi até a sua casa na noite de sexta-feira, dizendo que queria falar com a filha dele. O dono da casa teria pedido que o rapaz fosse embora, porém, ele recusou.

Ao perceber que o autor estava armado com uma espingarda o pai da jovem, então, ligou para a polícia. Antes dos policiais chegarem ao locam, porém, o homem resolver ir embora. Mesmo assim, a equipe foi até a casa do autor.

Para a polícia, a vítima teria relatado que nunca teve qualquer tipo de relacionamento com o homem, conhecido como “Neguinho”, e que apenas conversou com o autor algumas vezes. As ameaças começaram depois que ela se recusado a ter relações sexuais com o mesmo. Nas ameaças, de acordo com o site, o autor dizia que “iria pegar a vítima e ter relações com ela de qualquer jeito, até mesmo à força se fosse necessário e, caso a vítima se recusasse, iria matá-la”.

Em conversas entres os dois, no celular da jovem, os policiais também identificaram mensagem em que o autor dizia que iria “arrancar a cabeça” dela.

Ainda conforme o relato, quando os policiais chegaram à casa do suspeito, ele estava muito agressivo e os policiais tiveram que usar força para contê-lo. Ao ser perguntado sobre a espingarda, o rapaz não disse onde ela estaria e as buscas pelo local não resultaram em nada.

Mesmo assim, devido às ameaças, o homem foi encaminhado à Primeira Delegacia de Polícia Civil da cidade.

Jornal Midiamax