Polícia

Cliente tem moto furtada em estacionamento de hipermercado

Mulher de 44 anos teve uma surpresa desagradável ao ir às compras na tarde de quarta-feira (17). Ela teve a moto furtada no estacionamento de um hipermercado na região central de Campo Grande. A vítima narrou à polícia que estacionou sua Yamaha Factor por volta das 15h40, mas duas horas depois, ao sair do estabelecimento, […]

Maisse Cunha Publicado em 18/04/2019, às 07h48 - Atualizado às 13h19

Estabelecimento deve ser responsabilizado, prevê Código do Consumidor (Foto: Reprodução/web)
Estabelecimento deve ser responsabilizado, prevê Código do Consumidor (Foto: Reprodução/web) - Estabelecimento deve ser responsabilizado, prevê Código do Consumidor (Foto: Reprodução/web)

Mulher de 44 anos teve uma surpresa desagradável ao ir às compras na tarde de quarta-feira (17). Ela teve a moto furtada no estacionamento de um hipermercado na região central de Campo Grande.

A vítima narrou à polícia que estacionou sua Yamaha Factor por volta das 15h40, mas duas horas depois, ao sair do estabelecimento, notou que o veículo havia sido furtado dali.

Câmeras de segurança podem ter flagrado a ação dos bandidos. Em casos como esse, o Código de Defesa do Consumidor prevê que a responsabilidade pelo ressarcimento do dano é do estabelecimento, independente de eventual gratuidade do serviço.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) centro.

Jornal Midiamax