Polícia

Carvoaria ilegal é fechada e madeira e carvão são recolhidos pela PMA

A PMA (Polícia Militar Ambiental) identificou na sexta-feira (12) uma carvoaria que funcionava de forma ilegal no assentamento rural São Cristóvão, cerca de 12 quilômetros da cidade Paranhos – está a 463 quilômetros da Capital. A madeira que era transformada em carvão era nativa e o proprietário, um homem de 46 anos, não obtinha a […]

Vinícius Costa Publicado em 13/04/2019, às 19h50

(Foto: Divulgação/PMA)
(Foto: Divulgação/PMA) - (Foto: Divulgação/PMA)

A PMA (Polícia Militar Ambiental) identificou na sexta-feira (12) uma carvoaria que funcionava de forma ilegal no assentamento rural São Cristóvão, cerca de 12 quilômetros da cidade Paranhos – está a 463 quilômetros da Capital.

A madeira que era transformada em carvão era nativa e o proprietário, um homem de 46 anos, não obtinha a licença e documentação necessária para realizar o procedimento. Na carvoaria, foram apreendidos 4 m³ de carvão e 1 m³ de lenha.

O infrator que reside na cidade Paranhos, foi autuado pela PMA e multado em R$ 500. Ele responderá por funcionar atividade potencialmente poluidora sem a autorização ambiental, que tem pena de até seis meses e responderá por crime ambiental de armazenamento de madeira e carvão nativos sem licença, cuja pena é de seis meses a uma no de detenção.

Jornal Midiamax