Polícia

Velhinha é obrigada a guardar droga para bisneto e acaba presa com maconha embaixo da cama

Idosa de 83 anos foi presa na noite dessa quinta-feira (28), pela Polícia Militar de Aquidauana, cidade distante a 140 quilômetros de Campo Grande, após ser flagrada pela Polícia Militar com quase 50 quilos de maconha que estavam escondidos embaixo de sua cama. Conforme informações do site JNE, a Polícia Militar havia recebido denúncias de […]

Mariana Rodrigues Publicado em 01/03/2019, às 12h09 - Atualizado às 12h48

Foto: JNE
Foto: JNE - Foto: JNE

Idosa de 83 anos foi presa na noite dessa quinta-feira (28), pela Polícia Militar de Aquidauana, cidade distante a 140 quilômetros de Campo Grande, após ser flagrada pela Polícia Militar com quase 50 quilos de maconha que estavam escondidos embaixo de sua cama.

Conforme informações do site JNE, a Polícia Militar havia recebido denúncias de que um carregamento de maconha iria chega na cidade de Anastácio em um carro branco para ser entregue em uma casa em Aquidauana.

Os policiais encontraram a casa, e em conversa com a idosa ela confirmou que seu bisneto, que está preso no Estabelecimento Penal de Aquidauana desde setembro de 2017 por tráfico e drogas, havia ligado dizendo que uma pessoa chamada Geovany levaria a droga em sua casa e pediu para que ela guardasse até uma outra pessoa ir buscar. A droga estava guardada embaixo da cama da idosa.

A idosa foi presa e encaminhada para a Unidade Policial e apresentada ao investigador de plantão para providências cabíveis.

Em nota a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), informou que a direção do Estabelecimento Penal de Aquidauana, junto à sua equipe adota várias providências para evitar a entrada de ilícitos. Constantemente, os agentes penitenciários realizam vistorias nas celas em busca de materiais proibidos.

Ainda conforme a Agepen, foram instaladas, recentemente, telas de proteção sobre os solários, para dificultar o acesso dos internos a estes ilícitos que são arremessados por cima do muro.

O interno foi encaminhado para ser ouvido pela Polícia Civil, constatadas as acusações, serão tomadas todas as medidas disciplinares cabíveis, entre elas o isolamento em cela disciplinar.

Jornal Midiamax