Polícia

Bilhete em sala com ameaça de massacre assusta alunos de escola estadual

Um suposto bilhete deixado em uma sala de aula de uma escola estadual, no bairro Vila Vilas Boas, em Campo Grande, no início da tarde desta quinta-feira (28), assustou alunos. O bilhete dizia que haveria um massacre as 14h40, horário da saída dos estudantes. Também foi criada uma rede Wifi com o nome ‘Massacre14h40’. Informações […]

Thatiana Melo Publicado em 28/03/2019, às 13h00 - Atualizado às 18h38

Foto: Marcos Ermínio
Foto: Marcos Ermínio - Foto: Marcos Ermínio

Um suposto bilhete deixado em uma sala de aula de uma escola estadual, no bairro Vila Vilas Boas, em Campo Grande, no início da tarde desta quinta-feira (28), assustou alunos. O bilhete dizia que haveria um massacre as 14h40, horário da saída dos estudantes. Também foi criada uma rede Wifi com o nome ‘Massacre14h40’.

Informações extraoficiais são de que um aluno do 1º ano estaria espalhando fotos dos atiradores de Suzano, e mensagens de que não gostava de pessoas. Assustados, muitos alunos ligaram para os pais que foram até a escola. “Ele me ligou falando dessa mensagem de massacre e na hora entre em pânico, não sabia o que fazer, vim correndo e cheguei em menos de cinco minutos”, conta a mãe, a consultora Gislaine Alves.

Outra mãe afirmou que o filho ligou e contou o ocorrido. “Isso não se faz, estão brincando com coisa séria”, enfatiza Débora Neves.

A direção da escola estadual chamou a Ronda Escolar, e os policiais fizeram vistoria em todas as salas e mochilas dos estudantes. A escola não irá se pronunciar neste momento sobre o ocorrido. A suspeita da polícia seria de uma brincadeira de mau gosto de algum aluno.

Bilhete em sala com ameaça de massacre assusta alunos de escola estadual

Jornal Midiamax