Polícia

Ao sair de UBS, servidor sofre sequestro relâmpago por mulher transexual

Quando saia de seu trabalho nesta quinta-feira (28), um funcionário da UBS do Jóquei Clube sofreu um sequestro relâmpago feito por uma mulher transexual, na Vila Piratininga, em Campo Grande. O funcionário contou que estava saindo de seu trabalho, a UBS (Unidade Básica de Saúde), quando ao entrar em seu carro foi surpreendido por uma […]

Thatiana Melo Publicado em 29/03/2019, às 09h51 - Atualizado em 04/04/2019, às 13h29

Foto: Ilustrativa
Foto: Ilustrativa - Foto: Ilustrativa

Quando saia de seu trabalho nesta quinta-feira (28), um funcionário da UBS do Jóquei Clube sofreu um sequestro relâmpago feito por uma mulher transexual, na Vila Piratininga, em Campo Grande.

O funcionário contou que estava saindo de seu trabalho, a UBS (Unidade Básica de Saúde), quando ao entrar em seu carro foi surpreendido por uma mulher transexual armada, que entrou no banco do passageiro.

Ela apontou a arma para a vítima e a fez dirigir até a ponte da Avenida DA Manoel da Costa Lima com a Avenida Ernesto Geisel. No meio do trajeto, a autora pegou R$ 50 que estava no console do carro.

Já chegando próximo ao local, a autora colocou a arma na cintura, e neste momento a vítima entrou em luta com ela. A autora conseguiu sair do carro e fugiu correndo. Segundo a vítima ela era negra, tinha aproximadamente 1,80 de altura, próteses de silicone e aparentava ter entre 30 e 35 anos.

Jornal Midiamax