Polícia

Amigos param para consertar carro e encontram corpo de mulher na BR-262

Amigos que seguiam em viagem do Indubrasil para Dourados pela BR-262 encontraram o corpo de uma mulher de 47 anos à beira da estrada na madrugada desta sexta-feira (19). Os jovens tiveram um problema no carro em que estavam quando pararam na rodovia por volta das 4h30. Ao parar o veículo no acostamento, os jovens […]

Mylena Rocha Publicado em 19/04/2019, às 07h46 - Atualizado às 17h19

Foto: Renan Nucci
Foto: Renan Nucci - Foto: Renan Nucci

Amigos que seguiam em viagem do Indubrasil para Dourados pela BR-262 encontraram o corpo de uma mulher de 47 anos à beira da estrada na madrugada desta sexta-feira (19). Os jovens tiveram um problema no carro em que estavam quando pararam na rodovia por volta das 4h30.

Ao parar o veículo no acostamento, os jovens notaram que havia um Chevrolet Celta do outro lado da rodovia e pensaram que se tratava da entrada de uma fazenda. No entanto, eles descobriram que ao lado do carro havia o corpo de uma mulher quando os faróis de carros que passavam pela estrada iluminaram o local e, em seguida, chamaram a PRF (Polícia Rodoviária Federal) e a Polícia Civil.

A Polícia identificou uma cena bem confusa: uma garrafa de vinho, manchas de sangue, remédios espalhados pelo carro e o corpo da mulher, com cortes. O corpo estava pendurado na árvore, com um tecido amarrado ao pescoço, sugerindo que o caso trata-se de suicídio.

No entanto, os policiais acreditam que a cena pode ter sido montada para disfarçar um possível crime cometido contra a mulher. Os materiais que estavam no local foram apreendidos e levados para a delegacia. O delegado plantonista da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga, Christian Duarte Molinedo, conta que o caso será investigado como morte a esclarecer e que deve esperar o laudo da perícia.

Jornal Midiamax