Polícia

Pecuarista desmata área ilegal em Jardim e leva multa

Em 2018, este é o décimo caso autuado pela PMA

Mariana Lopes Publicado em 27/01/2018, às 14h03

None

Em 2018, este é o décimo caso autuado pela PMA

Um pecuarista de 44 anos foi autuado e multado em R$ 663 por desmatamento ilegal de uma área rural de 2,11 hectares, localizada em Jardim, a 195 quilômetros de Campo Grande. A fiscalização faz parte da operação “Cervo-do-Pantanal”, que atua no combate ao desmatamento ilegal na bacia do rio Paraguai. 

De acordo com a PMA (Polícia Militar Ambiental), as vistorias em Mato Grosso do Sul começaram no início deste ano e este é o 10º caso de destruição da vegetação nativa do bioma cerrado feita sem autorização legal. Durante a operação, também foram feitas autuações em Sonora, Bandeirantes, Bonito, Guia Lopes da Laguna, Nioaque, Bandeirantes, Jaraguari, Campo Grande, São Gabriel do Oeste e Miranda.

A área foi vistoriada ontem (26), e a PMA confirmou que o pecuarista havia suprimido a vegetação há algum tempo e não possuía autorização ambiental para a atividade. A madeira, produto do desmatamento da floresta, não se encontrava no local e já havia agricultura no lugar da vegetação. As atividades foram interditadas.

​O infrator, residente em Maracaju, também responderá por crime ambiental, que prevê pena de três a seis meses de detenção. Ele ainda foi notificado a apresentar um Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental estadual.

Jornal Midiamax