Polícia

Médico do Detran-MS envolvido em acidente com morte tem liberdade decretada

O médico de 69 anos que provocou acidente de trânsito que matou Márcia Martins Honório na noite do último sábado (1°), no Anel Viário de Campo Grande, teve a liberdade preventiva decretada na tarde desta quinta-feira (6). A decisão foi dada pelo juiz da 5ª Vara Criminal de Campo Grande, Waldir Peixoto Barbosa. Em audiência […]

Clayton Neves Publicado em 06/09/2018, às 15h38 - Atualizado em 07/09/2018, às 09h24

None

O médico de 69 anos que provocou acidente de trânsito que matou Márcia Martins Honório na noite do último sábado (1°), no Anel Viário de Campo Grande, teve a liberdade preventiva decretada na tarde desta quinta-feira (6). A decisão foi dada pelo juiz da 5ª Vara Criminal de Campo Grande, Waldir Peixoto Barbosa.

Em audiência de custódia realizada na segunda-feira (3), o ginecologista, que é servidor do Detran (Departamento Estadual de Trânsito), teve prisão preventiva decretada.

No dia seguinte, equipe de defesa entrou com pedido de revogação da decisão, acatado nesta quarta-feira (5) pelo magistrado.

Médico do Detran-MS envolvido em acidente com morte tem liberdade decretada

Em sua decisão, Waldir Barbosa considerou que, mesmo estando embriagado quando provocou o acidente que matou Márcia, o médico foi indiciado por um crime culposo, quando não há intenção de matar, portanto, “não sendo cabível a prisão preventiva”.

Além disso, na decisão o juiz levou em conta que o autor tem residência fixa e bons antecedentes criminais.

O alvará de soltura foi expedido às 14h44 desta quinta-feira (6) e deve ser entregue na unidade penal em que o especialista está preso. Depois disso, ele passa a responder pelo crime em liberdade.

Acidente

Marcia Martins Honório, de 36 anos, morreu na colisão que envolveu três veículos, na noite do sábado (1°), no Anel Viário de Campo Grande, na região da Uniderp Agrárias.

De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), o médico estava em um veículo Mercedes. As informações prévias são de que ele estaria embriagado após sair de uma festa. Ele colidiu contra um Fiat Punto que era ocupado por duas pessoas: a passageira morreu no local e o motorista foi encaminhado para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Coronel Antonino com ferimentos.

O veículo Mercedes saiu da pista e ainda bateu em uma carreta que passava na rodovia e ficou destruído. A PRF foi acionada e, ao aplicar o teste de alcoolemia, foi constatado o resultado de 0,71 mg/l, indicando embriaguez.

Jornal Midiamax