Polícia

Justiça mantém condenação de traficante que tentou matar policial na Capital

Caso aconteceu em 2015

Thatiana Melo Publicado em 18/01/2018, às 11h28

None

Caso aconteceu em 2015

A Justiça manteve a condenação e prisão de um traficante que tentou matar um policial, em fevereiro de 2015, durante uma campana onde foi descoberto o comércio de drogas, na Capital. O homem foi condenado a 23 anos e 6 meses de reclusão.

O crime aconteceu quando policiais faziam campana em uma residência, onde o proprietário fazia o comércio de drogas. Durante o acompanhamento um usuário teria sido abordado confirmando a venda de drogas no local, sendo levado para a delegacia de polícia.

Os policiais retornaram ao local, e o militar desceu da viatura momento em que outro usuário teria visto o policial voltando até a residência e alertando o traficante. Ao ver que tinham sido descobertos, o policial tentou avisar os colegas retornando para o carro.

O militar percebeu a aproximação de uma motocicleta, que era conduzida por um adolescente e o pai dele na garupa armado com um revólver atirando na direção do policial, que conseguiu correr e revidar.

Nesse momento, o adolescente perdeu o controle da motocicleta, ocasionando a queda de ambos e, mesmo caído e ferido, o acusado continuou a atirar contra o policial, que correu e se escondeu, não tendo sido atingido.Justiça mantém condenação de traficante que tentou matar policial na Capital

A defesa tentou anular a condenação, mas as penas foram mantidas e apenas no caso de homicídio qualificado a pena foi diminuída já que não foi consumado o crime. A pena foi reduzida de 16 anos e 6 meses de reclusão para 12 anos e 4 meses, o que totaliza a pena de 23 anos e 6 meses de reclusão.

Jornal Midiamax