Polícia

Júri popular de assassino de Mayara Fontoura acontece nesta quinta

Acontece nesta quinta-feira (1º) de novembro, em Campo Grande, o júri popular do assassino confesso de Mayara Fontoura. Após o julgamento ser adiado por três vezes, Roberson Batista enfrenta o júri nesta quinta. O último julgamento adiado estava marcado para o dia 20 de setembro, mas uma testemunha, que segundo a defesa seria primordial para […]

Thatiana Melo Publicado em 31/10/2018, às 09h50 - Atualizado em 01/11/2018, às 09h07

None

Acontece nesta quinta-feira (1º) de novembro, em Campo Grande, o júri popular do assassino confesso de Mayara Fontoura. Após o julgamento ser adiado por três vezes, Roberson Batista enfrenta o júri nesta quinta.

O último julgamento adiado estava marcado para o dia 20 de setembro, mas uma testemunha, que segundo a defesa seria primordial para o julgamento, não poderia comparecer adiando assim o júri.

Mayara vivia com o autor do crime desde 2015. Com mais de dez passagens envolvendo apenas casos de violência doméstica, o suspeito acabou preso em cumprimento a dois mandados de prisão, uma tentativa de homicídio e uma lesão corporal, ambos os crimes contra a ex-mulher.

A jovem foi encontrada morta deitada na cama, enrolada apenas por um edredom, já sem vida, no dia 16 de setembro de 2017. Vestígios de sangue foram encontrados pela polícia no quarto e o banheiro da casa e a arma do crime, uma tesoura, foi deixada pelo autor ao lado do corpo.

Roberson foi condenado por lesão corporal a três meses de reclusão, em regime aberto e a três anos e sete meses pela tentativa de homicídio. Foi preso e fugiu do sistema prisional de Campo Grande pelo menos três vezes. Ainda assim, recebeu a liberdade provisória do dia 14 de setembro de 2017, véspera do assassinato de Mayara, por ter cumprido parte das penas e não ter “registro de falta grave em 2016”.

Jornal Midiamax