Polícia

Executada a tiros de pistola estaria envolvida em assassinato de ex-presidiário

Maria Estela Vider de 23 anos assassinada a tiros de pistola 9 mm, na noite desta terça-feira (5), em Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande, estaria envolvida na morte do ex-presidiário Inácio Vergas Servin. O corpo de Inácio foi encontrado dentro de um poço no dia 1º de junho. Ele seria dono de […]

Thatiana Melo Publicado em 06/06/2018, às 12h15

None

Maria Estela Vider de 23 anos assassinada a tiros de pistola 9 mm, na noite desta terça-feira (5), em Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande, estaria envolvida na morte do ex-presidiário Inácio Vergas Servin.

O corpo de Inácio foi encontrado dentro de um poço no dia 1º de junho. Ele seria dono de uma boca de fumo. Maria foi executada com quatro tiros por volta das 20 horas desta terça (5). Moradores ouviram os disparos e acionaram a polícia.

Segundo o site Porã News, a vítima teria envolvimento como tráfico de drogas e tinha passagens por roubo e furto. A polícia investigava o envolvimento de Maria Estela no assassinato do ex-presidiário Inácio Vergas Servin.

As suspeitas são de que o crime tenha acontecido, por causa, de um ajuste de contas pelo tráfico de drogas.

Jornal Midiamax