Polícia

Aeronave seria roubada em Campo Grande para ser usada no narcotráfico

Os dois bandidos mortos em um confronto com equipes do Batalhão de Choque durante a madrugada desta quarta-feira (18) na cidade de Aquidauana usariam o avião que pretendiam roubar para o tráfico de drogas. Segundo informações da polícia, José Donizeti da Silva, de 52 anos, e Rosival Fernandes da Cruz, de 50 anos, teriam ligações com […]

Thatiana Melo Publicado em 18/07/2018, às 11h52 - Atualizado às 19h09

None

Os dois bandidos mortos em um confronto com equipes do Batalhão de Choque durante a madrugada desta quarta-feira (18) na cidade de Aquidauana usariam o avião que pretendiam roubar para o tráfico de drogas.

Segundo informações da polícia, José Donizeti da Silva, de 52 anos, e Rosival Fernandes da Cruz, de 50 anos, teriam ligações com uma quadrilha do Pará. José Donizete tinha passagens por estelionato e furto.

Já Rosival Fernandes foi preso em 2016 pelo Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Bancos, Assalto e Sequestro) com documentação falsa e estava foragido. Ele ainda teria confessado ser comparsa de Oziel Barbosa em vários homicídios. Oziel morreu em uma troca de tiros com policiais do Garras.

A polícia teria recebido uma denúncia anônima da tentativa de roubo à aeronave ainda na terça-feira (17), quando as equipes policiais se deslocaram até a cidade e fizeram um cerco contra os bandidos.

Os policiais deram voz de prisão aos criminosos, que usavam um revólver calibre 38 e reagiram. A polícia revidou e na troca de tiros acertou os dois. Eles chegaram a ser socorridos, mas não resistiram aos ferimentos e morreram.

Jornal Midiamax