Polícia

Após matar com 15 facadas, homem é condenado a 14 anos de prisão

Leonardo Melo Dede, de 18 anos, foi condenado nesta terça-feira (10) a 14 anos de prisão em regime fechado pelo assassinato de Rafael Alessandro Sobral, de 19 anos. Ele foi condenado por homicídio doloso qualificado por motivo torpe de maneira que dificultou  a defesa da vítima. O crime aconteceu em 2014, no Jardim Aero Rancho, […]

Nathalia Pelzl Publicado em 10/07/2018, às 14h39 - Atualizado às 15h17

None

Leonardo Melo Dede, de 18 anos, foi condenado nesta terça-feira (10) a 14 anos de prisão em regime fechado pelo assassinato de Rafael Alessandro Sobral, de 19 anos. Ele foi condenado por homicídio doloso qualificado por motivo torpe de maneira que dificultou  a defesa da vítima.

O crime aconteceu em 2014, no Jardim Aero Rancho, região sul de Campo Grande. A vítima foi encontrada pelada com 15 perfurações de faca. O assassino não tinha passagem pela polícia e as características do crime surpreendeu até mesmo os policiais.

O caso 

Rafael Alessandro Sobral foi morto em setembro de 2014. O fato aconteceu na Rua Gruta do Maquiné esquina com a Rua Teresópolis, no Jardim Aero Rancho, região sul de Campo Grande. A vítima foi encontrada pelada e com ao menos 14 perfurações provocadas por facadas.

A vítima mantinha um relacionamento amoroso com Tleyse Ketory Ramos, de 21 anos. O suspeito foi até a casa da ex-namorada e começou a bater na porta a fim de brigar com a vítima. Percebendo a fúria do suspeito, o casal colocou um armário na porta para impedir a entrada de Leonardo. Com isso, ele ficou furioso e começou a ameaçar de morte o casal e o próprio filho.

O suspeito conseguiu entrar no imóvel e ao ver que Rafael estava pelado, partiu para cima dele. Leonardo feriu o rapaz com uma facada. Com isso, a vítima saiu da casa para pedir socorro. Leonardo pegou outra faca na cozinha e foi atrás de Rafael. Ele conseguiu alcançar a vítima e o esfaqueou por várias vezes.

Enquanto isso, Tleyse saiu do imóvel com o filho no colo pedindo socorro aos vizinhos e para uma viatura da PM (Polícia Militar) que passava pelo local.

Em rondas, os militares encontraram a vítima caída na esquina e acionaram o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Com a chegada dos socorristas, foi constatada a morte da vítima. Os policiais retornaram à casa e encontraram a faca utilizada no crime, que foi apreendida.

Jornal Midiamax