Polícia

Vizinhos sentem mau cheiro, acionam PM e corpo de mulher é achado

Vítima morava sozinha e sofria de diabetes

Midiamax Publicado em 26/01/2017, às 17h48

None
79586f0f-1e56-4993-af51-a4d47a16c9c8.jpg

Vítima morava sozinha e sofria de diabetes

O corpo de uma mulher, identificada como Maria Helena Vilalba, de 61 anos, foi encontrado em avançado estado de decomposição, em uma casa localizada na Rua Dom João VI, no Jardim Noroeste. A vítima foi achada devido ao forte odor sentido pelos vizinhos, que acionaram a PM (Polícia Militar).

Conforme moradores de um trio de casas geminadas, a mulher morava sozinha no terceiro imóvel há cerca de um ano. Eles disseram à reportagem, que o mau cheiro piorou nesta quarta-feira (25) e depois de olhar pelo portão decidiram chamar a polícia, devido a quantidade de moscas próximo à porta.

Uma equipe do 9º Batalhão do Jardim Noroeste foi até o local, encontraram o portão aberto, mas a porta trancada. O Corpo de Bombeiros foi chamado e a porta arrombada.

O corpo estava na cama, no quarto da casa, em avançado estado de decomposição. A PM acredita que a mulher esteja morta há uns quatro dias.

A vizinha ao lado, Priscila Daniele de Lemos Santos, de 21 anos, foi quem ligou para a polícia. Segundo ela, uma segunda vizinha a chamou para perguntar se ela também estava sentindo o mau cheiro.

“Ela me disse que não vê a mulher desde terça-feira (17)”, disse.

Maria Helena sofria de diabetes e tinha dificuldades para realizar algumas tarefas diárias, por isso, uma das vizinhas estranhou os sumiço da senhora, que a chamava até para abrir garrafas.

Uma das moradoras, disse que nos últimos dias, a mulher reclamava que não estava se sentindo bem.

A PM aguarda a chegada da perícia para confirmar o nome da vítima, tendo em vista, que no sistema aparecem dois nomes parecidos.

Moradores comentaram que ela teria um filho, mas a PM ainda não conseguiu contato com o familiar.

Jornal Midiamax