Polícia

Suspeita de sequestro relâmpago diz que foi obrigada a participar do crime

Mulher disse que também era vítima 

Clayton Neves Publicado em 19/12/2017, às 11h14

None

Mulher disse que também era vítima 

Apontada como uma das autoras de sequestro relâmpago na noite desta segunda-feira (18), em Campo Grande, suspeita de 20 anos disse à polícia que também era vítima e que foi obrigada a participar do crime.

Segundo a jovem, o ‘cabeça’ do sequestro, um homem de 34 anos, também teria a abordado com uma arma e forçado que ela entrasse com ele no veículo da vítima, rendida e feita refém no momento em que procurava vaga para estacionar em um shopping da Capital.

No entanto, a possibilidade é minimizada por equipe de investigação, já que em depoimento, a vítima contou que o casal aparentava já se conhecer e agia em parceria. Ainda de acordo com a mulher feita refém, durante o tempo em que esteve em poder da dupla, a suposta sequestradora a pressionava para que entregasse R$ 2 mil.

Falsa identidade

A identificação dada pelo suspeito do sequestro também está sob investigação da Polícia Civil. Existe a suspeita de que o homem tenha dado nome falso no momento em que foi preso.

A suspeita é reforçada pelo fato de que no momento em que as digitais do suspeito estavam sendo colhidas na delegacia, o autor usou de estratégia para borrar o documento e impedir que as digitais ficassem expostas de maneira clara.

O sequestro

Uma mulher de 31 anos foi sequestrada na noite desta segunda-feira (18) no momento em que entrava no estacionamento de um shopping, na Avenida Ernesto Geisel, em Campo Grande. A vítima foi rendida por um casal armado que exigia R$ 2 mil.

De acordo com informações do Boletim de Ocorrência, ela estava em um veículo HB20 e foi surpreendida pela dupla que, agressivamente, a rendeu e o obrigou que ela ficasse no banco de trás do automóvel.Suspeita de sequestro relâmpago diz que foi obrigada a participar do crime

O homem tomou o controle da direção do veículo enquanto a comparsa a acompanhou no banco da frente. Os criminosos se dirigiram até a região do Bairro Aero Rancho, onde foram localizados e presos por equipe da Polícia Militar.

Jornal Midiamax