Polícia

Supostos membros do PCC são presos com armamento de guerra na fronteira

Sete pessoas, sendo cinco brasileiros foram presos nesta quarta

Diego Alves Publicado em 03/05/2017, às 23h38

None
590a7ba2e97432700dcada8ca96ea58ed2c31e4263594_img-20170503-wa0067.jpg

Sete pessoas, sendo cinco brasileiros foram presos nesta quarta

Sete pessoas, sendo cinco brasileiros foram presos nesta quarta-feira (03) em uma casa luxuosa em Pedro Juan Caballero (Paraguai), fronteira com Ponta Porã, cidade a 314 quilômetros de Campo Grande. De acordo com a Polícia Nacional, o bando pode fazer do PCC (Primeiro Comando da Capital).

Na casa foram encontradas várias armas de grosso calibre, grande quantidade de munição, coletes a prova de bala, chips, aparelhos celulares e vários veículos.

Agentes da Policia Nacional do Paraguai e um promotor de Pedro Juan Caballero invadiram a residência localizada na Rua Bernardino Caballero com Félix Perez Cardoso, situada no Bairro San Juan Neuman, na tarde desta quarta.

Foram apreendidos um Fuzil AM15 Marca Anderson, calibre 5.56 x 45 ml, com 5 carregadores; um Fuzil AK47 calibre 7.62×39 com 8 carregadores; um Fuzil Fall calibre 7.62×51 ml com um carregador; aproximadamente 1.000 cartuchos calibre 5.56 ml; 500 cartuchos calibre 762×39 ml.

25 cartuchos, calibre 762×51 ml; 2 cartuchos calibre .357; 3 coletes a prova de bala; 15 aparelhos celulares, vários Chips, maconha, cocaína, balança de precisão, um veículo da marca Ford Fiesta com placa brasileira; um veiculo Gol, placa do Paraguai; uma camionete Chevrolet S-10 e ainda quantia em dinheiro que não teve o valor revelado pela policia.

Os presos foram identificados como  Felix David Sanchez Escobar e Marcelo Gayoso, de nacionalidades paraguaia; e os brasileiros Diego Vieira Dos Santos, Allan Gabrecht Dos Santos, Laurindo de Sousa Neto, Luis Antonio Varela da Silva, Timothy David Ferreira.

Jornal Midiamax