Polícia

Polícia chega a ‘Boca do Farinha’ e prende três por tráfico de drogas

Porções de pasta base foram apreendidas 

Midiamax Publicado em 28/06/2017, às 14h11

None

Porções de pasta base foram apreendidas 

Três homens foram presos nesta terça-feira (27) depois que a polícia de Rio Brilhante, a 158 quilômetros de Campo Grande, ‘estourou a Boca do Farinha’. Evandro Carlos Romero Apolinário, de 25 anos, Jucelino Alves de Freitas, de 19 anos e João Vitor Larraza Rolon, de 22 anos, foram detidos depois de uma ação entre Polícia Civil e Militar.

Equipes policiais investigavam uma residência denunciada como ponto de distribuição de drogas na cidade e enquanto monitoravam o local viram um motociclista sair com alguma coisa nas mãos. A poucos metros da casa, o suspeito foi abordado e com ele foram encontradas porções de basta base.

Jucelino Alves de Freitas, o Jucão, então contou para a polícia que foi até o ‘Boca do Farinha’ para buscar a droga e entregar a um cliente, que ele não conhecia. Diante da situação, as equipes voltaram a casa em que o suspeito estava e encontraram Evandro Carlos Romero Apolinário, conhecido como ‘Farinha’.

O suspeito estava na frente do imóvel, mas assim que viu os policiais correu, foi perseguido e preso dentro da casa. Ele relatou que correu para tentar jogar fora porções de pasta base de cocaína que estavam no armário. A droga foi apreendida, junto com quatro celulares, R$ 485 em notas trocadas e R$ 24,50 em moedas.Polícia chega a ‘Boca do Farinha’ e prende três por tráfico de drogas

‘Farinha’ ainda afirmou que adquiriu a droga na ‘Boca do Berre”, onde a polícia prendeu João Vitor Larraza Rolon. O suspeito estava foragido do regime semiaberto de Dourados e logo confessou que já havia vendido toda a droga e na casa só restava o dinheiro do tráfico, R$ 267 e dois celulares. Uma porção pequena de maconha também foi encontrada.

Os três então foram presos em flagrante. A moto de ‘Jucão’ e uma localizada na casa de João Vitor, foram levadas para o Detran por falsa de documentação. O caso foi registrado como tráfico de drogas. 

Jornal Midiamax