Polícia

Motorista de Uber atingido em execução passará por cirurgia na coluna

Irá passar por uma cirurgia de risco 

Diego Alves Publicado em 03/08/2017, às 22h25

None

Irá passar por uma cirurgia de risco 

Irá passar por uma cirurgia na coluna o motorista da Uber atingido por três tiros na tarde do último dia 27 durante execução de duas pessoas na Rua Zacarias no Jardim Carioca em Campo Grande. No dia, foram mortos Reynan Felipe Alves de Oliveira e Maickon Alves Marques, ambos de 22 anos.Motorista de Uber atingido em execução passará por cirurgia na coluna

De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, o motorista irá passar por uma cirurgia de risco para a retirada de um projétil que ficou alojado na coluna. 

Internado, o motorista que foi atingido no rosto, costa e ombro, está com paralisação parcial das pernas. O motorista que está na enfermaria, poderá ser operado nesta sexta-feira (04).

O motorista seguia em seu Peugeot 207 com Reynan e Maickon  como passageiros. Os dois foram executados com tiros de grosso calibre. O carro da Uber foi fechado por uma caminhonete Hilux preta, uma motocicleta Tornado e um Corolla, laranja. 

Vários disparos foram feitos contra o carro. Maicon e Reynan morreram na hora e o motorista foi socorrido para a Santa Casa, onde permanece internado. Cápsulas de calibre .380 e calibre .12 foram encontradas pela polícia no local. Briga entre duas famílias, mortes e ameaças podem ter sido a causa da execução.

Jornal Midiamax