Polícia

Há 35 anos sem vir à Capital, idoso deve R$ 14 mil na cidade

Seriam dois empréstimos

Renata Portela Publicado em 11/04/2017, às 13h34

None
delegacia_aparecida_do_taboado.jpg

Seriam dois empréstimos

Na manhã desta terça-feira (11) depois de descobrir empréstimos de mais de R$ 14 mil em seu nome, feitos em uma loja de Campo Grande, idoso de 63 anos procurou a polícia. Morador em Aparecida do Taboado, a 457 quilômetros, ele afirmou que a última vez que esteve na Capital foi há 35 anos.

Conforme o boletim de ocorrência, o idoso recebe ligações de cobranças há aproximadamente um mês do Banco Santander. As ligações tratam de um empréstimo inadimplente e a princípio o idoso apenas ignorou, porque não tem conta em tal banco, mas depois de algum tempo começou a ficar incomodado.

A vítima disse à polícia que foi até uma cidade próxima no interior paulista, onde procurou uma agência Santander e descobriu dois empréstimos, conforme extrato do SPC (Serviço de Proteção ao Crédito). Um empréstimo foi feito no valor de R$ 1.008,48 e outro R$ 13.136,40.

Os dois empréstimos foram feitos em Campo Grande, em uma loja. O idoso declarou que nunca fez empréstimos na Capital e a última vez que esteve na cidade foi há 35 anos. Ainda conforme a vítima, há 30 anos ela perdeu os documentos em Cuiabá (MT) e registrou boletim de ocorrência por extravio, fazendo a segunda via.

O caso é tratado como estelionato e é investigado pela polícia.

Jornal Midiamax