Polícia

Evadido do Semiaberto é preso com moto e pistola que teria usado em assaltos

Foi recapturado mais de 3 semanas depois

Renata Portela Publicado em 06/04/2017, às 10h51

None
arma_derf.jpg

Foi recapturado mais de 3 semanas depois

No início da noite de quarta-feira (5), foi recapturado Dauto Lucio Zanella, de 27 anos, que estava evadido do Presídio Semiaberto desde o dia 13 de março. Com ele, em uma casa no São Jorge da Lagoa, foram encontradas uma pistola e uma motocicleta furtada, que ele confessou ter usado para cometer crimes em Campo Grande.

Policiais da Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos) receberam denúncia anônima de que um foragido da justiça estava na Rua Alvilândia, no São Jorge da Lagoa, e teria praticado vários crimes na Capital. Dauto passou a ser monitorado e, no fim da tarde de quarta-feira, os agentes foram até a casa onde ele estaria morando.

Conforme as informações registradas no boletim de ocorrência, Dauto foi abordado na residência e foi constatado que estava evadido desde março. Na casa os agentes encontraram uma pistola e uma motocicleta, furtada no dia 10 de março. O rapaz confirmou o furto do veículo, que estava com placa falsa, e ainda confessou ter cometido outros crimes na cidade utilizando a motocicleta.

Ele acabou preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo, também responderá pelo furto e os outros crimes praticados serão investigados pela delegacia especializada.

Roubou para pagar dívida

Dauto foi preso em 2013, depois de participar do roubo a um posto de combustível no Jardim Itamaracá com outros comparsas. A ordem para o crime teria partido de um detento do Presídio de Segurança Máxima.

O frentista do posto, que devia dinheiro para o preso, indicou o local de trabalho para ser assaltado e Dauto, na época apontado pela polícia como o mais violento, teria agredido funcionários. O grupo fugiu com R 27 mil do posto e Dauto teria ficado com R$ 9 mil. Ele foi preso algum tempo após o roubo.

Jornal Midiamax