Polícia

Discussão termina em tiros em frente a produtora de ex-vereador do PMDB

Caso envolveu pai, filho e um desafeto

Diego Alves Publicado em 04/05/2017, às 23h50

None
sem_titulo.jpg

Caso envolveu pai, filho e um desafeto

Uma discussão por causa de uma rixa terminou em tiros na Rua General Osório no Bairro Amambai, região central de Campo Grande, na tarde desta quinta-feira (04) em frente da produtora de um programa de televisão do ex-vereador Vanderlei Cabeludo (PMDB). Ninguém ficou ferido. A reportagem tentou mas não conseguiu contato com o ex-vereador.

Um homem, de 49 anos, e seu filho de 30 anos,  procuraram a delegacia onde fizeram um boletim de tentativa de homicídio. No boletim de ocorrência consta que ambos trabalham na produtora.

De acordo com o homem de 49 anos, ele transitava com o filho no cruzamento da Rui Barbosa com a Fernando Correia da Costa, quando viu o desafeto e foi tirar satisfação com o rapaz, de 30 anos. Ele disse na delegacia, que foi conversar com o autor, que estaria lhe fazendo ameaças de morte.

Ainda segundo ele, o homem de 30 anos, era seu colega de trabalho, período em que se desentenderam. Quando foi tirar satisfação, o autor que estava em uma camionete Ford Ranger, sacou uma pistola, momento em que ambos entraram em luta corporal.

Para proteger o pai, o rapaz de 26 anos chegou a dar um soco no rosto do rapaz que colocou a arma na cintura e disse que iria “dar um jeito neles”.

Minutos depois, o autor foi até o local onde estavam pai e filho na Rua General Osório, e deu 13 tiros contra a fachada da produtora. O jovem de 26 anos chegou a abaixar-se para não ser atingido, contou na delegacia. Um carro também foi atingido pelos tiros. O caso foi registrado na Depac Centro. (Matéria atualizada para acréscimo de informações)

Jornal Midiamax