Polícia

Curto-circuito pode ter provocado incêndio que causou morte de idosos

Vítimas morreram asfixiadas

Renata Portela Publicado em 26/01/2017, às 11h33

None
casa1.jpeg

Vítimas morreram asfixiadas

O princípio de incêndio que provocou a morte de Lindalva Gabi Rodrigues, de 78 anos, e Pedro Rodrigues de Abreu, de 80 anos, pode ter começado na parte elétrica da casa. O casal morreu asfixiado por conta da fumaça, que ficou concentrada na residência localizada na Rua Sargento Flório Alcebíades Brandão, na Vila Flório.

De acordo com o tenente Bruno Vilela, do Corpo de Bombeiros, a suspeita é que tenha ocorrido um curto-circuito na fiação do quarto de Pedro, onde o incêndio aconteceu. O fogo destruiu o colchão, a cama, o teto e o forro, mas o idoso conseguiu sair do quarto. No entanto, a fumaça ficou concentrada dentro da casa, provocando a asfixia.

Pedro foi encontrado caído no chão da cozinha e tinha em mãos uma toalha umedecida, indicando que ele ainda tentou evitar a asfixia. Lindalva tentou sair do quarto em que dormia ao perceber a fumaça, mas caiu no chão, ao lado da cama. O casal foi encontrado pelos filhos, por volta das 6 horas desta quinta-feira (26).

Segundo os bombeiros, a casa é bem vedada, por isso a fumaça não saiu e ficou concentrada no local, apesar do incêndio não ter tomado grandes proporções. Equipes da Polícia Militar também foram acionadas, além de Polícia Civil e Perícia. O caso deve ser registrado na delegacia e investigado.

Jornal Midiamax