Polícia

Após testemunhar crimes, foragida é presa e polícia descobre identidade falsa

Estava evadida do semiaberto

Midiamax Publicado em 30/06/2017, às 10h04

None

Estava evadida do semiaberto

Em rondas pela antiga rodoviária a Guarda Civil Municipal prendeu Cláudia Rabe Matos, de 40 anos, que estava foragida do sistema penal de Campo Grande. Na delegacia, a polícia descobriu que por duas vezes a suspeita foi testemunhas de crimes usando um nome falso para que não fosse presa.

De acordo com o boletim de ocorrência, a prisão de Cláudia aconteceu na madrugada desta sexta-feira (30). Ela foi abordada pelos guardas que ao chegarem seu nome encontraram um mandado de prisão em seu nome. A mulher estava foragida do Estabelecimento Penal Feminino de Regime Semiaberto, Aberto e Assistência à Albergada de Campo Grande.Após testemunhar crimes, foragida é presa e polícia descobre identidade falsa

Ela então foi levada para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro e lá os policiais descobriram que por duas vezes a mulher esteve na delegacia como testemunhas de crime, mas usando um nome falso.

Karina Elizabeth Matos Ferreira foi o nome dado pela suspeita no dia 25 de junho, quando testemunhou em um caso de tráfico de drogas e também no dia 27 do mesmo mês, desta vez como testemunhas de um furto. Além de ser presa por estar foragida, Cláudia também vei responder por falsa identidade. 

Jornal Midiamax