Polícia

Após diretores de presídios serem presos, dois agentes são designados para os cargos

Publicação foi feita no DOE nesta sexta

Renata Portela Publicado em 27/01/2017, às 15h03

None
novos-diretores-corumba1.jpg

Publicação foi feita no DOE nesta sexta

A Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) designou em caráter interino dois diretores para os presídios de regime fechado e regime semiaberto de Corumbá, cidade a 444 quilômetros da Capital. Eles substituirão Ricardo Wagner Lima do Nascimento e Douglas Novaes Vilas, presos na segunda-feira (23).

Conforme nota publicada pela Agepen, a publicação foi divulgada no DOE (Diário Oficial do Estado) desta sexta-feira. O Estabelecimento Penal de Corumbá será dirigido pelo agente penitenciário da área de Segurança e Custódia, Mauro Augusto Ferrari de Araújo, que é servidor de carreira há oito anos.

Mauro é formado em Educação Física, é mestrando em Psicologia e possui diversos cursos de capacitação na área de Segurança Pública, entre eles os de Gerenciamento de Crises, Planejamento Estratégico, Gestão e Uso da Informação.

Mauro já respondeu como como chefe de equipe na Penitenciária de Segurança Máxima de Campo Grande, além de ter atuado como professor em cursos de formação de novos agentes penitenciários, realizados nos anos de 2014 e 2016, e ter sido colaborador em processos de avaliação de agentes.

No Estabelecimento Penal de Regimes Semiaberto e Aberto de Corumbá, quem assume é o servidor da área de Segurança e Custódia Domingos Sávio de Arruda. Graduado em História e com especialização em Gestão Penitenciária, Domingos trabalha no sistema prisional do Estado há cerca de 25 anos. Nesse período, já acumulou experiências como chefe de vigilância, segurança e disciplina, tendo trabalhado na Máxima de Campo Grande e no presídio fechado de Corumbá.

Jornal Midiamax