Polícia

Amigos e familiares lamentam morte de jovem encontrado decapitado

O jovem morava em uma chácara em Anastácio 

Diego Alves Publicado em 03/10/2017, às 23h59

None

O jovem morava em uma chácara em Anastácio 

Amigos e familiares de Leoni de Moura Custódio, de 18 anos, encontrado morto decapitado e carbonizado no último sábado (30) no lixão de Campo Grande lamentam a morte do jovem com postagens no Facebook. 

“Vai Deixar Sdds Amigo, Descanse Em Paz”, “Fica com Deus meus parça”; “Descanse em paz meu truta”; ” Infelizmente meu primo foi encontrado morte em campo grande Deus o levou pra morar com ele”; “Que vc possa viajar mas em lugar cheio de luz. Aonde não exista tanta maldade.pq aq o ser humano é capaz de crueldade tamanha maldade. Descanse em paz.que seu caminho seja repleto de muita luz e paz”, são algum dos cometários.

O jovem morava em uma chácara em Anastácio e chegou em Campo Grande há 15 dias em Campo Grande para morar com o pai no bairro Canguru.. Ele estava desaparecido desde a última quinta-feira (28). 

O pai da vítima Reinaldo Custódio da Silva, 48 anos, disse que trabalha com tubulação de ar-condicionado e estava viajando na semana do sumiço. A família afirma que a vítima não tinha rixas e não suspeita de um responsável pelo crime.

Amigos e familiares lamentam morte de jovem encontrado decapitado

Jornal Midiamax