Polícia

Suspeito de estuprar enteada de 7 anos alegou que ‘estava bêbado’

Ele foi levado para o presídio

Renata Portela Publicado em 01/03/2016, às 13h40

None
preso_-_dourados_news_0.jpg

Ele foi levado para o presídio

Rapaz de 29 anos, preso suspeito de estuprar a enteada de 7 anos no domingo (28), teria alegado para a polícia que estava bêbado. Ele foi detido na aldeia Jaquapiru, em Dourados, cidade a 225 quilômetros de Campo Grande.

Segundo a polícia, o padrasto chamou a menina de 7 anos para ir com ele até uma mercearia, que fica na aldeia, comprar pães. No meio do caminho, o homem teria arrastado a vítima até um matagal e a estuprado. Conforme o site 94FM, durante a violência sexual a menina pedia para que o padrasto parasse, mas ele ignorou e continuou com o estupro.

Após o crime, a menina chegou em casa ensanguentada e o caso foi denunciado para a liderança. Líderes da aldeia localizaram o suspeito e o levaram até a delegacia, onde ele foi preso. Questionado pela polícia, o homem alegou que “estava bêbado e por isso teria praticado o crime”.

A criança foi levada para o Hospital Universitário, onde passou por cirurgia e segue internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) pediátrica. O padrasto foi encaminhado para o presídio e responderá por estupro de vulnerável.

Jornal Midiamax