Polícia

Sistema Sigo volta a ter problemas por causa de contrato não renovado

Governo afirma que até fim do mês problema será resolvido

Thatiana Melo Publicado em 10/08/2016, às 12h49

None
sigo.png

Governo afirma que até fim do mês problema será resolvido

O sistema Sigo (Sistema Integrado de Gestão Operacional) voltou a enfrentar problemas nesta quarta-feira (10) no registro de ocorrências nas delegacias de Mato Grosso do Sul.

Adriano Chiapara, proprietário da Compnet, empresa que gerencia o sistema Sigo afirmou, sem revelar valores, que há pelo menos um ano não recebe as mensalidades do contrato firmado com o governo do Estado. “Tive de reduzir o número de funcionários e isto estaria comprometendo a manutenção do serviço”, explica Adriano.

Ainda de acordo com Chiapara o número de funcionários teve uma redução de 30%, a empresa tinha em seu quadro aproximadamente 160 funcionários. “Ainda não sei quando o contrato será regularizado”.

A assessoria de comunicação da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) afirmou que o sistema está apresentando problemas por que estariam em processo de renovação de contrato com a Compnet, e que até o fim de agosto o sistema será regularizado.

Sigo

Em operação no Estado desde 2006, o Sigo é um software disponibilizado por uma empresa terceirizada, utilizado pela Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) para armazenar dados das ocorrências atendidas pela Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e outras unidades de segurança do Estado tendo como objetivo dinamizar o atendimento à população. O Sigo substituiu o antigo modelo de registro de ocorrência manual.

Jornal Midiamax