Polícia

Sistema que registra boletins de ocorrência em MS está fora do ar

Software é usado por todas as forças de segurança de MS

Midiamax Publicado em 12/09/2016, às 20h40

None
sigo_0.png

Software é usado por todas as forças de segurança de MS

O Sigo (Sistema Integrado de Gestão Operacional) que registra os Boletins de Ocorrência da Policia Civil, Militar e Bombeiros está fora do ar, desde às 12h, desta segunda-feira (12). Em junho, o sistema chegou a ficar fora do ar por cinco dias.

No mês de junho, quando o Sigo caiu para a Polícia, órgãos externos como, Ministério Público, Defensoria Pública e veículos de imprensa ficaram sem acesso as ocorrências por três semanas.

A causa da pane no sistema, na época, de acordo com a delegacia virtual foi um problema no servidor do Estado, porém nas delegacias os boletins de ocorrência eram registrados normalmente.

Por se tratar de um sistema utilizado pelas forças de seguranças de todo o Estado, o Jornal Midiamax indagou a assessoria de imprensa da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), sobre a situação, previsão de volta e qual medida que será tomada, mas até o momento não obteve respostas. 

Também não há informações se a população está sendo orientada a retornar posteriormente.

O Sigo

Em operação no Estado desde 2006, o Sigo é um software disponibilizado por uma empresa terceirizada, utilizado pela Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) para armazenar dados das ocorrências atendidas pela Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e outras unidades de segurança do Estado tendo como objetivo dinamizar o atendimento à população. O Sigo substituiu o antigo modelo de registro de ocorrência manual.

Jornal Midiamax